Estava a pensar com os meus botões que realmente adoro viver.
Quando fui para o hospital pensei no pior. Ás vezes acho que o meu coração não aguenta mais. Mas afinal tudo não passa de enxaquecas. Ainda não sei como vou viver com isto (sim porque não há cura para as enxaquecas). Para já tenho um tratamento para fazer e depois um neurologista para me acompanhar.
Tenho medo. Tanto medo.
25 anos é muito pouca vida e muitos projectos em lista.
Todos os dias quando acordo agradeço... por mais um dia, mais uma hora, mais um minuto.
E quando tenho crises de ansiedade sinto-me tão pequenina.
Mas por isto acredito que sou mais feliz que muitas pessoas.
E agora sinto-me feliz.
E amo tudo o que possuo. Desde a delicada relva do meu jardim às pontas dos meus cabelos.
Amo tudo, todos e sobretudo a mim. Pelo menos agora :)

4 comentários:

Lucy disse...

Tudo de bom para ti.

E cá espero cada vez mais e melhores fotografias. Aproveita bem as aulas. Eu também gostava, mas não posso.

Beijinhos

Lidia Guedes disse...

Olá Lucy:)
Muito Obrigada! Também eu espero que as fotos sejam melhores :p
As aulas estão a ser aproveitadas ao máximo ;)
Beijocas

mila disse...

OLÁ.

Bom pelo menos ainda reconheces.Agora há pessoas que estão na pior,e mesmos assim não se amam.Não vale a pena sermos cruéis,a própria vida nos ensina o contrário.

Felicidades. Amo-te Muito.

Lidia Guedes disse...

:)